Histórico

Porto do Itaqui em 2016

O local do antigo Porto de São Luís, escolhido pelos franceses quando ali se estabeleceram em 1612, serviu a cidade praticamente até o início das operações do Porto do Itaqui, em 1974. Em 1918, o Decreto nº 13.133, de 7 de agosto, previa a construção de instalações para acostagem ligadas ao centro comercial do município de São Luís, com a empresa C.H. Walker & Co. Ltda., contratada para executá-la.

A obra, definida por meio da concessão outorgada pela União ao Governo Estadual pelo Decreto nº 13.270, de 6 de novembro de 1918, não prosperou, e a concessão foi extinta pelo Decreto nº 16.108, de 31 de julho de 1923.

A partir de então começou a ser desenvolvido o projeto para a construção do Porto do Itaqui. Estudos realizados em 1939 pelo Departamento Nacional de Portos e Navegação, do Ministério da Viação e Obras Públicas, indicaram a região de Itaqui para a criação de um porto no Maranhão.


No dia 28 de dezembro de 1973 foi criada a Companhia Docas do Maranhão (Codomar), subordinada ao Governo Federal, para administração do Porto do Itaqui. Em 1976 foram concluídos os trechos dos berços 101 e 103; a extensão do cais foi ampliada com a construção dos berços 104 e 105, em 1994; e em 1999 as obras dos berços 106 e 107 foram realizadas.


A partir de fevereiro de 2001, por meio do Convênio de Delegação n° 016/2000, assinado entre o Ministério dos Transportes e o Governo do Estado, o Porto do Itaqui passou a ser gerenciado pela Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP). A extensão da linha de cais seguiu com a inauguração do berço 100, em dezembro de 2012, e do berço 108, especializado na movimentação de derivados de petróleo o berço 100, em 2018.


Confira abaixo a evolução do Porto do Itaqui através de imagens


Porto do Itaqui em 1970
Porto do Itaqui em 2012
Porto do Itaqui em 2013
Porto do Itaqui em 2014
Porto do Itaqui em 2016
Porto do Itaqui em 2016